Saiba como quitar os seus débitos com a renegociação de dívidas

Saiba como quitar os seus débitos com a renegociação de dívidas

Estima-se que mais de 60 milhões de brasileiros tenham começado o ano de 2020 com contas em atraso, bem como CPF restrito/negativado para contratação de crédito, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Apesar do sinal ser de alerta, o resultado não pode ser considerado negativo, já que o endividamento não está acompanhado de um alto nível de inadimplência, ou seja, são dívidas responsáveis e que são compatíveis com a renda familiar. A média de valor devido por consumidor gira em torno de R$ 3.200,00.

Entretanto, apesar do cenário estar mudando positivamente com o passar do tempo, não podemos esquecer que muitos brasileiros ainda precisam de auxílio referente à este tema. É por isso que hoje vamos explicar mais sobre como fazer a renegociação de dívidas e por que é tão importante fazê-lo. 

Antes de mais nada é preciso entender que existem vários tipos de dívidas: em aberto, atrasadas, negativadas e caducadas. Vamos ver cada uma com detalhes. 
 

  • Dívidas em aberto, ou também chamadas de dívidas de prestações, são “dívidas saudáveis” pois o cliente está em dia com o banco, pagando suas mensalidades conforme contratado;

  • Dívidas atrasadas são dívidas nas quais um cliente deixou passar o prazo de pagamento e esta parcela fica no amarelo, quase vermelho. E é na dívida atrasada que deve-se ter mais cuidado, pois aqui é possível que o nome do cliente entre para Órgãos de Proteção de Crédito e sofra restrição de CPF, chamado também de nome sujo;

  • Dívidas negativadas são dívidas vencidas, ou seja, quando passa do prazo de pagamento. Ela passa de atrasada para negativada e o cliente fica com o nome sujo registrado nos Serviços de Proteção ao Crédito (SPC, Serasa e Boa Vista);

  • Dívida caducada é quando ela deixa de fazer parte do banco de dados das empresas credoras após 5 anos, devido a falta de pagamento. Isto é, quando caduca, ela não pode mais ser cobrada por meio de uma ação judicial. E para ela prescrever, o credor não pode ter realizado a cobrança. Nesse caso o nome do cliente sai da lista do SPC, entretanto, o nome fica registrado no Banco Central.


 

DICAS DE COMO RENEGOCIAR DÍVIDAS:


Para renegociar um empréstimo em atraso ou negativado é sempre recomendado ter um passo a passo para seguir, já que você não irá fazê-lo de um dia para outro. Sendo assim, planeje-o e faça-o com calma para poder realmente fazer um bom negócio. 

 

1. Conheça as suas dívidas e faça um diagnóstico

 

O primeiro passo a fazer é consultar o seu CPF para verificar as pendências no seu nome como, por exemplo, empréstimos, carnês de lojas ou faturas do cartão de crédito que estão atrasados ou negativados.

Essa consulta pode ser feita gratuitamente no site do Serasa Consumidor e, após fazer o seu cadastro, será possível identificar todas as suas dívidas. É importante lembrar que no Serasa mostra-se o valor inicial da dívida, ou seja, sem juros e multas aplicadas. E é exatamente esse valor que você deve prestar atenção pois é o valor real da sua dívida, ao qual deverá pagar.
 


 

2. Defina sua estratégia de negociação

 

Ao diagnosticar suas dívidas, recomendamos definir a sua estratégia de negociação e listar perguntas que sejam pertinentes, por exemplo, qual será o desconto sobre a dívida total, se o pagamento à vista tem desconto, se parcelar quais serão os juros, etc. Essas perguntas te auxiliarão a ter um norte e que pontos levar em consideração na renegociação. 

 


 

3. Selecione a dívida mais fácil de pagar 

 

Recomendamos começar pelo mais fácil. Então volte ao item número um de onde você tem todas as suas dívidas e veja qual é o valor mais baixo que você deve. É neste no qual você deverá investir seu tempo inicial para negociar e quitar a dívida com o banco. Isso porque, se você começar pela mais alta, é possível que desista no meio do caminho.

 


 

4. Negocie a dívida 


Para negociar ou renegociar uma dívida é muito simples. E para isso temos duas soluções.

▶  Negociar dívida com o banco:
Aqui o cliente irá pessoalmente na agência da instituição financeira devedora e negociará com o gerente ou uma pessoa responsável por esse setor a sua dívida e verificar quais são as opções disponíveis. Repito, verificar. Nesse momento é importante não assinar nenhum contrato ou tomar alguma decisão. Será pedido ao banco alguns dias para poder dar uma resposta e assim seguir com as dicas abaixo. 

 

  Negociar dívida com o Serasa Limpa Nome:
Este é um serviço gratuito online (site e app) e presencial que é proporcionado pelo Serasa que ajuda clientes com dívidas a fazerem uma faxina e liquidarem as suas dívidas. O processo é muito simples, basta entrar no site ou app do Serasa Limpa Nome, se registrar e negociar contas atrasadas e dívidas negativadas diretamente com as empresas parceiras. Aqui é possível garantir descontos e promoções!

 


 

5. Verifique opções em outros bancos, instituições ou fintechs


Outro ponto importante é verificar outras opções disponíveis no mercado, pois você poderá trocar este empréstimo por outro com taxas mais baixas por meio da portabilidade de um banco para outro. Lembrar de verificar o CET (Custo Efetivo Total) para poder comparar as propostas eficazmente e escolher a melhor que se adapta às necessidades atuais. 

E por fim, o cliente terá a dívida liquidada. Em até 5 dias úteis, caso tiver seu nome sujo, a instituição é obrigada a tirá-lo da lista de inadimplência. Mas isso não significa que não terá possibilidade de gerar novos atrasos, então tudo dependerá do cliente para manter a vida financeira saudável. 

 



Caso não tiver possibilidade de fazer o pagamento da dívida à vista, lembre-se de escolher um prazo que realmente poderá ser viável de acordo com o orçamento familiar, não comprometendo mais de 30% da renda mensal, afinal, de nada adianta conseguir assumir uma cota e as restantes continuar tendo problemas para fazer os pagamentos. 

A Kreditiweb incentiva fortemente à educação e vida financeira saudável e esse post tem o principal objetivo de informar e educar o cidadão brasileiro. 
 


 

Publicado por Kreditiweb

comentarios0 comentários

Deixe um comentário

Ao confirmar o envio da pergunta, você aceita os termos de uso e política de privacidade Termos de Uso e Política de Privacidade.
Cargando

Seu comentário foi adicionado corretamente

Muito obrigado por enviar um comentário. Seu comentário será revisado e se cumpre com os requisitos será publicado.

Erro a adicionar seu comentário