Pagar dívidas ou investir? O que fazer primeiro?

Pagar dívidas ou investir? O que fazer primeiro?

Os bons hábitos de gestão do seu orçamento pessoal e familiar fazem parte da educação financeira e são muito importantes para garantir que consegue fazer a melhor poupança e controlar as suas dívidas.

Muitas pessoas estão buscando novas alternativas para melhorarem os rendimentos domésticos e, sem dúvida, muito se tem falado da colocação de investimentos para conseguir isso mesmo. Assim, não é raro que algumas pessoas que contraíram empréstimos e obrigações questionem se devem também investir ou se devem, primeiro, pagar suas dívidas.

Saber se deve pagar dívidas ou investir em primeiro lugar é muito importante para que evite cometer erros que possam ter um impacto nocivo em sua vida. Venha saber qual é a sua prioridade do momento!
 

Quitar dívidas ou investir? Como organizar a vida financeira?


A prioridade de uma pessoa que tem dívidas deve sempre ser pagá-las e a forma de pagamento também deve seguir alguns padrões. Por exemplo, se você tiver uma dívida cara, essa deve ser priorizada. As dívidas caras são aquelas que têm maior valor ou prestações de valor mais elevado e que, por isso mesmo, contam também com taxas de juro maiores.

Assim, e sendo que a taxa de juro é justamente determinante para a velocidade do crescimento de sua dívida, antes de investir dinheiro deverá realmente apostar no pagamento de suas dívidas caras. A melhor forma de organizar suas finanças é avaliar quais as taxas de juro de suas dívidas e começar a pagar por ordem decrescente, até que todas estejam pagas.

 

Exemplos de dívidas caras

Usualmente as dívidas caras são aquelas que chegam com:

  • Cartões de crédito.
  • Cheque especial.
  • Crédito pessoal.
  • Financiamento de veículos;
  • Ou financiamento de casa própria.

 

Quitar dívidas e investir em simultâneo. Posso?


Pagar dívidas ou investir é a questão que muitas pessoas colocam mas, para outras, a maior dúvida é se podem fazer ambas as coisas ao mesmo tempo. Na verdade, isso não é recomendado!

Os investimentos mais comuns e principalmente aqueles que oferecem baixo risco contam com uma rentabilidade inferior às taxas de juro da maioria das dívidas. Assim, mesmo fazendo um investimento ao mesmo tempo que salda sua dívida, você estará com um saldo negativo, que não será positivo para as suas finanças pessoais.

O melhor a fazer será sempre realizar o pagamento das dívidas, começando pelas que têm maior taxa de juro. É recomendado iniciar nos investimentos apenas após todas as dívidas estarem quitadas.

 

Aproveite o tempo de pagamento para estudar investimentos


Embora não deva começar a investir até ter pago as dívidas, isso não o impede de explorar o mundo dos investimentos.

Se você aproveitar para estudar sobre investimentos e oportunidades adaptadas a si, isso permitirá que, após quitadas as dívidas, tenha maior facilidade em compreender quais os investimentos que melhor contribuirão para a sua saúde financeira e que podem gerar um retorno econômico mais apelativo para si.

Agora que já sabe como organizar sua vida financeira e se deve começar por investir ou pagar suas dívidas, aproveite para organizar suas finanças pessoais também e explorar quais são os investimentos ideais para você apostar em um futuro muito próximo!
 


Busca um empréstimo?


Na Kreditiweb analisamos o teu caso pessoalmente e encontramos os produtos que mais adaptam-se ao teu perfil.

  • Com as melhores condições
  • Resposta em 2 minutos
  • GRÁTIS e sem compromisso
     

Publicado por Kreditiweb

comentarios0 comentários

Deixe um comentário

Ao confirmar o envio da pergunta, você aceita os termos de uso e política de privacidade Termos de Uso e Política de Privacidade.
Cargando

Seu comentário foi adicionado corretamente

Muito obrigado por enviar um comentário. Seu comentário será revisado e se cumpre com os requisitos será publicado.

Erro a adicionar seu comentário