Qual a diferença entre taxa de juros e CET?

Qual a diferença entre taxa de juros e CET?

O que é CET?
 

O CET (Custo Efetivo Total) é uma combinação de taxas e despesas que mostra o valor total que o beneficiário pagará ao solicitar um empréstimo. Ao fazer uso do CET, é possível analisar com mais facilidade as melhores opções de crédito e se planejar melhor. As instituições financeiras que atuam no Brasil com a concessão de empréstimos são obrigadas a oferecer aos seus clientes uma planilha detalhada com o CET para uma análise prévia antes de qualquer contrato ser assinado.
 


 

E o que são as taxas de juros?
 

A taxa de juros é geralmente um dos aspectos que despertam mais atenção de quem está prestes a solicitar um empréstimo, mas como cada instituição financeira tem o direito de cobrar um valor específico, é também necessário compreender que os juros são calculados de duas formas, juros simples ou juros compostos.

Nesse aspecto, a taxa de juros simples é calculada a partir do montante total do empréstimo, e está presente no valor mensal das parcelas. Para se ter uma ideia, um empréstimo de R$ 10 mil com uma taxa de juros mensal de 3% significaria que o valor a ser pago em juros a cada parcela é de R$ 300.

Os juros compostos, por outro lados, se baseiam no valor total, em um formato de juro sobre juro. Isso significa que, a cada mês, o valor passa a ser calculado a partir da parcela quitada no mês anterior. Portanto, para não ter surpresas desagradáveis, é importante ler com atenção o contrato de um empréstimo e entender quais são as taxas de juros aplicadas antes de assiná-lo.

 



Como compreender na prática as diferenças?
 

A taxa de juros adotada pelos bancos e instituições financeiras ao conceder um empréstimo depende de uma série de fatores, como o número de parcelas, o score de crédito do beneficiário, os valores do empréstimo, e se existe ou não alguma garantia incluída nesse pagamento, como um automóvel, ou bem material ou até mesmo a possibilidade das parcelas do empréstimo serem descontadas diretamente da folha de pagamento do beneficiário.

Além disso, a taxa de juros também inclui os custos desse processo, como os honorários dos profissionais que participaram da transação, e ainda a carga de impostos referente a esse tipo de operação. Todo esse pacote, que inclui o montante a ser pago com o empréstimo, a taxa de juros aplicada, os impostos e os custos de operação, são o que formam o Custo Efetivo Total.

O mais comum é que o Custo Efetivo Total seja informado para os clientes através de um formato de porcentagem, para facilitar a sua compreensão. Vale destacar que como os custos de operação de um empréstimo online são menores, isso acaba fazendo com que a solicitação de crédito via web apresente custos mais baixos.

Para encontrar a melhor opção de empréstimo e com as menores taxas de juros do mercado, os interessados podem contar com o auxílio da Kreditiweb, cujo site compara as condições e valores de um empréstimo entre mais de 50 instituições financeiras diferentes, mostrando ao cliente as recomendações mais indicada segundo suas preferências.

 


Busca empréstimo pessoal online?


Na Kreditiweb analisamos o teu caso pessoalmente e encontramos os produtos que mais adaptam-se ao teu perfil.

  • Com as melhores condições
  • Resposta em 2 minutos
  • GRÁTIS e sem compromisso
     

 

Publicado por Kreditiweb

comentarios0 comentários

Deixe um comentário

Ao confirmar o envio da pergunta, você aceita os termos de uso e política de privacidade Termos de Uso e Política de Privacidade.
Cargando

Seu comentário foi adicionado corretamente

Muito obrigado por enviar um comentário. Seu comentário será revisado e se cumpre com os requisitos será publicado.

Erro a adicionar seu comentário